Granola de abóbora [paleo]


Apesar de já ter mostrado aqui uma ou duas receitas de granola, ambas tinham aveia… e eu agora queria fugir a isso e experimentar a “famosa” pumpkin spice granola

Andei por alguns sites de receias paleo e à falta de alguns ingredientes (óleo de côco, por exemplo) fiz algumas adaptações, ora aqui vai uma sugestão de Granola de abóbora:

Ingredientes:

  • 1 + 1/2 cup frutos secos e sementes (utilizei avelãs, sementes de girassol, sementes de sésamo e pevides de abóbora)
  • 1/3 cup passas
  • 1/2 cup côco ralado
  • 1/2 cup puré de abóbora (utilizei abóbora menina)
  • 1/3 cup mel
  • 1/3 cup ghee derretido ou à temp. ambiente (manteiga clarificada, muito utilizada na índia, comprei no martim moniz, também é possível fazer em casa) – a que tenho é esta
  • 1 c.sopa pasta de sésamo – também conhecido como tahine (opcional)
  • 1 c.chá extrato baunilha
  • 2 c.sopa canela
  • 1 c.chá gengibre moído
  • 1 pitada de sal



Preparação:
Numa tigela mais pequena misturar os ingredientes líquidos (puré de abóbora, ghee, extrato baunilha, pasta de sésamo, mel e as especiarias.
Noutra tigela maior, juntar os ingredientes secos aos quais se adiciona, aos poucos, o preparado anterior, até estar tudo completamente envolvido.

Vai num tabuleiro grande (para que o preparado não fique muito sobreposto) ao forno a 180º durante 30-40 min, aproximadamente. É muito importante ir mexendo a mistura para que não queime. 
Quando tirarem do forno pode não parecer que está exactamente crocante como gostariam, mas é só arrefecer e txarann!!

 


ficou um bocadinho bronzeada demais, confesso!! Maaassss, está muito boa 🙂

8 thoughts on “Granola de abóbora [paleo]

  1. Olá! Eu sou nova por aqui, acabei de criar um blog (http://cremedeavelas.blogspot.pt) e já te estou a seguir porque já lia o teu blog 🙂
    A dieta paleo não exclui as sementes? Eu não faço, mas tinha a ideia que sim…
    O óleo de coco é muito engraçado, eu acho imensa piada porque quando comprei ele estava à temperatura ambiente e era verão, estava normal e eu numa receita até li: se for preciso, derreta o óleo de coco, e eu achei meio estranho mas nem liguei… No dia seguinte fui ao frigorífico e estava o óleo de coco duro que nem uma pedra! Parecia sabonete… É engraçado 😛

  2. Só vi a resposta hoje 😛
    Eu conheço a dieta paleo, apesar de nunca a ter seguido mesmo (conheço pessoas que fizeram mais ou menos, do género «Para que é que eu quero arroz, deixa-me comer 4 costeletas»). tenho de admitir que a minha visão foi bastante condicionada por um texto à base de «Nós somos HOMENS e não passarinhos, a nossa comida é só carne, o resto é comida de pássaros», que dizia que as sementes eram, surpresa, comida de pássaros. Também vi algumas referências à exclusão das sementes noutros sítios, mas não eram tão «interessantes» como esta 😉
    Acho que o texto era este (tive sorte, parece que o google não encontra muitos resultados para «paleo comida para pássaros»): http://www.musculacao.net/a-dieta-paleo-em-seis-passos-faceis-um-guia-motivacional/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *