Pão com farinhas Teff e Trigo sarraceno

Há uns anos atrás – um pouco antes de iniciar o blog – quando descobri a maravilha que eram as claras de ovo [um alimento mega versátil e super proteíco], a minha combinação favorita era comê-las com pão!

Sim, tão requintado como parece: pão com claras de ovo. Na altura achava super saudável comprar os pães “equilíbrio” do continente e eram quase sempre a minha opção.  

[Considero que] Fui aprendendo algumas coisas e deixei de comprar esses pães. Foram surgindo adaptações em casa, algumas postadas aqui como o pão de banana com trigo sarraceno, este pão de abóbora e até o pão de microondas (ou frigideira) que mostrei aqui utilizando a microdelícia. 

Mas nenhum era mesmo pão, percebem? 

Então, este fim-de-semana pus mãos na massa – quase literalmente. O objetivo era fazer o pão “mais pão” possível, sem recorrer a trigo. Se no fundo isto vos parece esquisito porque um dos ingredientes é “trigo” sarraceno leiam este post

IMG_20160625_181653

Sobre a Farinha Teff, a que utilizei foi a que mostro na imagem acima e podem obter mais informações AQUI. A par com o trigo sarraceno, é isento de gluten e tem uma grande concentração de nutrientes. 

Pão com farinha Teff e Trigo Sarraceno
Write a review
Print
Ingredients
  1. 100gr farinha Teff (usei Ox Nature - imagem acima)
  2. 100gr farinha Trigo Sarraceno
  3. 20gr farinha de alfarroba
  4. 30gr mistura de sementes (usei o Superseeds da Purition)
  5. 2 c.sopa óleo de côco derretido (usei o da origens bio)
  6. 2 ovos inteiros
  7. 200ml claras de ovo
  8. 1 saqueta fermento de padeiro
Instructions
  1. Juntar todos os ingredientes secos, incorporar e reservar.
  2. Num processador de alimentos/batedeira colocar os ingredientes líquidos e bater até ficar uma mistura homogénea.
  3. Como utilizei a bimby, recorri à função "espiga", para amassar enquanto juntava os ingredientes secos e quando terminei deixei a amassar por mais 2 minutos.
  4. Deixei a massa repousar cerca de 10 minutos e depois coloquei numa forma de silicone tipo bolo inglês.
  5. Levar ao forno pré aquecido a 180º durante cerca de 30 minutos.
Healthy fit way http://healthyfitway.pt/
 No final fatiei todo o pão e o que restou da prova foi congelado. Foi eleito pelo BF como o melhor pão de sempre que eu alguma vez fiz, e não imaginam como ele é difícil de agradar! Isto quer mesmo dizer alguma coisa ihih 😛

IMG_20160625_181502

Tenho ideia de, numa próxima vez, fazer “uma receita e meia”, para que fique um pouco mais altinho 🙂 

 

Espero muito que gostem da sugestão! Se tiverem alguma receita de pão deste género que gostem partilhem pff, também vou ter interesse em experimentar! 

 

 

Podes seguir as minhas publicações no FacebookInstagram e no snapchat em claudiasesteves

Aqui em baixo podes colocar o teu email, desta forma subscreves a newsletter e és notificado sempre que sai um novo post 🙂 

One thought on “Pão com farinhas Teff e Trigo sarraceno

  1. Por acaso sou uma grande fã de claras, mas não costumo comê-las simples, assim em pão. Costumo usar em bolos ou em misturas com banana congelada! Acho que tenho de as experimentar dessa forma 🙂
    Aaah, os pães equilíbrio do continente… Aquilo até embalagens azuis tem, para levar uma pessoa a achar que é muito saudável (parecendo que não acho que tem influência na maneira como percecionamos o produto). Os pães de supermercado no geral são maus, mas esses embalados ainda são piores! Os caseiros são, sem dúvida, muito mais saudáveis (e saborosos também). Percebo o que dizes com o pão-não-tão-pão e o pão-realmente-pão, há uma diferença notável – o que não quer dizer que o pão-não-tão-pão não seja delicioso também, apenas que o pão-realmente-pão é mais difícil de conseguir e até mais versátil. Desta forma, fiquei mesmo com vontade de experimentar esse! Quando decidir vender um pedaço de fígado para comprar a tão cara farinha teff será a primeira receita a fazer. Claro que nesse caso a minha deficiência parcial de fígado vai dificultar o armazenamento do ferro proveniente da farinha, mas se esse pão é tão bom como parece valerá totalmente a pena 😛

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *